Cuidados na troca de óleo lubrificante do motor passam também pelas condições do filtro de óleo

  Condicionar a substituição do filtro de óleo com os intervalos da troca de óleo evita que impurezas do lubrificante usado se misturem ao produto novo.   Fazer a troca de óleo lubrificante nos intervalos determinados pela montadora prolonga a vida útil dos componentes do motor e garante bom desempenho e economia de consumo de combustível. Mas os cuidados podem ir muito mais além de respeitar as orientações de revisões. A Valvoline, fabricante de lubrificantes com mais de 150 anos de história, destaca que assim como o óleo lubrificante acaba perdendo as propriedades e características quando atinge determinada quilometragem, o filtro de óleo responsável por reter resíduos e impurezas, também fica saturado diminuindo a eficiência na filtragem. Por isso, muito embora o mercado a substituição do filtro esteja condicionada a trocas alternadas do lubrificante, o ideal é colocar um novo todas as vezes para evitar…

Leia Mais

Valvoline oferece amplo portfólio de fluidos para transmissão automática

  Fabricante investe continuamente para aumentar a oferta de produtos acompanhando a evolução tecnológica dos câmbios automáticos.   Pioneira na fabricação de fluidos para transmissão automática, a Valvoline já oferece ao mercado brasileiro o portfólio mais completo da categoria para garantir ampla cobertura de veículos da frota circulante. A empresa, que acumula 150 anos de história e know-how na fabricação de lubrificantes, desde o crescimento expressivo de transmissões automáticas nos últimos ano, trouxe para o mercado brasileiro a sua linha de produtos, garantindo diversidade de modelos de fluidos para os mais diferentes tipos de câmbios. Sempre acompanhando a evolução dos sistemas de transmissões automáticas, que atualmente contam com até 10 velocidades para veículos com alto desempenho, a fabricante também foi ampliando a sua linha de fluidos e detém a mais completa variedade para veículos nacionais e importados. Entre os recentes lançamentos da marca, se destaca…

Leia Mais

Usiquímica destaca as diferentes aplicações do ácido sulfúrico

12/07/2021 por Majô Gonçalves em Usiquímica,Usiquímica e Valvoline

Produto é destinado na produção de baterias automotivas tratamento de água e para a produção de etanol.   A Usiquímica, uma das principais fabricantes e distribuidora de produtos químicos no Brasil, com amplo portfólio, fornece ácido sulfúrico para diferentes segmentos do mercado. A indústria de baterias automotivas é um deles, e que tem grande representatividade. No segmento automotivo, a empresa tem forte presença, sendo um dos principais produtores do Arla 32 e também com a Valvoline, fabricante óleo lubrificante, da qual detém o direito de produção e comercialização no Brasil desde 2018. O ácido sulfúrico também é aplicado em larga escala na produção de coagulantes para tratamento de água, efluentes e piscinas. O produto é usado como matéria-prima do sulfato de alumínio que age como coagulante para sedimentar a sujeira no processo de tratamento de água.   Um dos produtos do portfólio da Usiquímica, o…

Leia Mais

Rigoroso trabalho de prevenção diminui quantidade de resíduos do processo fabril da indústria Usiquímica

08/07/2021 por Majô Gonçalves em Usiquímica,Usiquímica e Valvoline

    Ações de contenção para evitar geração de resíduos são preocupação constante na planta de Guarulhos da empresa, processos são supervisionados e revistos regularmente.   Com amplo portfólio de produtos para atender a uma vasta gama de setores da indústria, a Usiquímica, que chega aos 78 anos de atuação, sendo líder na fabricação de hidróxido de amônia e uma das principais produtoras do Arla 32, prima pela baixa geração de resíduos em sua operação. Para isso, possui rigoroso sistema de controle e monitoramento em todas as linhas de trabalho.   Os colaboradores são treinados e depois passam por uma avaliação para verificar se estão aptos a exercerem as funções com segurança. Como a empresa lida com produtos altamente perigosos todas as operações exigem padrão de controle e supervisão extremamente meticulosos desde a fase de produção, envase com sistema automático até o transporte.   A…

Leia Mais

Valvoline lança semissintéticos para várias marcas de motos

Com os dois produtos, 10W40 e 20W50 a marca amplia a cobertura para modelos de várias montadoras, como Yamaha, Suzuki, BMW, Kawasaki, Dafra, Triumph, entre outras. Para ampliar o portfólio destinado a motocicletas, a Valvoline lança dois óleos lubrificantes semissintéticos: 10W40 e 20W50. Com a chegada do semissintético 10W40, a fabricante expande a sua atuação de mercado na linha duas rodas. Com uma nova viscosidade, atende a uma variedade de modelos de motocicletas de montadoras, como Yamaha, Suzuki, BMW, Kawasaki, Dafra, Triumph, entre outras. Já o óleo lubrificante semissintético 20W50 tem especificação japonesa Jaso – MA2. Com este produto no portfólio, a marca agora oferece mais uma opção que garante alta performance e a proteção aumenta em 50% a durabilidade comparada aos lubrificantes convencionais, comprovado através do teste RPVOT. O produto diferenciado por esta característica tem a vantagem de oferecer intervalo maior entre as trocas,…

Leia Mais

Manuseio da soda cáustica requer uma série de cuidados no ambiente fabril

01/07/2021 por Majô Gonçalves em Usiquímica,Usiquímica e Valvoline

  Equipamentos individuais e medidas de proteção evitam acidentes na manipulação do produto em alta concentração.   A soda cáustica, utilizada na composição de sabão e outros produtos de limpeza, quando está em alta concentração precisa de cuidados especiais no manuseio para evitar acidentes. Esse tipo de produto de forma líquida ou sólida, distribuído pela Usiquímica, requer muita atenção ao ser manipulado. O gerente da planta da empresa, Everton Minatti, destaca algumas orientações muito importantes, uma vez que se o produto entrar em contato direto com a pele pode causar queimaduras. Por isso, o executivo explica que a soda cáustica jamais deve ser manuseada sem luvas e óculos protetores, mesmo quando a sua composição é diluída como produtos de limpeza domésticos, sendo mais seguro na prevenção de acidentes, como queimaduras na pele. Mas a situação mais delicada mesmo acontece quando a soda cáustica é usada…

Leia Mais

Como usar cada função do câmbio automático

  Cada situação, como ladeiras, subida, reboque e trafegar na lama e área alagada, exige o acionamento da alavanca na posição correta do câmbio automático para evitar desgaste dos componentes do sistema. O sistema de transmissão automática é cada vez mais comum. Metade dos veículos produzidos no Brasil, segundo dados da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), saem com câmbio automático ou automatizado. Os sistemas vêm evoluindo e já existem modelos com 9 e 10 velocidades para oferecer desempenho e conforto ao dirigir. Para manter o sistema do câmbio automático em boas condições, a Valvoline, que possui linha completa de fluidos para transmissão automática, destaca algumas dicas importantes sobre como utilizar as posições das alavancas em diferentes situações. Todo câmbio automático possui, no mínimo, quatro posições básicas: P, R, N e D. A letra P, de Parking, deve ser engatada quando o veículo…

Leia Mais

Valvoline lança fluido de transmissão automática para carros premium

  Produto de alta tecnologia é destinado a sistemas de transmissão automática de veículos mais recentes que possuem 9 e 10 velocidades de marcas, como Mercedes-Benz, Audi, BMW, montadoras asiáticas, entre outras.   Com a evolução das transmissões, a Valvoline investe em tecnologia para trazer ao mercado produtos que atendam aos padrões dos novos motores. É seguindo essa trajetória, como fabricante pioneira com mais de 150 anos de história, que a marca, com presença mundial, apresenta o lançamento de fluido totalmente sintético para transmissão automática de carros premium. O ULV (Ultra Low Viscosity) contém ultrabaixa viscosidade para atender veículos com transmissões modernas possuem 9 e 10 velocidades. São sistemas que equipam carros como Mercedes-Benz, Audi, BMW e a Fiat, como é o caso do Fiat Toro. A especialista em produtos da Valvoline, Layla Silva Rosa, explica que as novas transmissões automáticas exigem fluido de ultrabaixa…

Leia Mais

Transmissão automática para carros premium tem fluido específico

  Veículos com transmissão automática de 9 e 10 velocidades necessitam de fluido que atendem às características do sistema com ultra baixa viscosidade.   As necessidades dos fluidos de transmissão evoluem com as novas tecnologias dos motores. Para os diferentes tipos de sistema de transmissão automática, existem os fluidos específicos que atendem as necessidades, sempre para oferecer proteção, economia, bem como evitar o desgaste dos componentes do sistema. A evolução dos novos sistemas de transmissão automática com nove e dez marchas exige fluidos de ultra baixa viscosidade para garantir eficiência, desempenho e proteção dos componentes.  Como há marchas longas que são mais utilizadas em rodovias, o fluido precisa atingir essas marchas com o menor esforço permitindo assim que as últimas marchas sejam mais longas. A Valvoline acaba de lançar o ULV (Ultra Low Viscosity) totalmente sintético desenvolvido justamente para veículos com 9 e 10 marchas.…

Leia Mais

Clientes